fbpx

Inteligência Emocional: o que é e porque é tão importante para a sua carreira

De acordo com a psicologia, Inteligência Emocional é a capacidade que um indivíduo tem de compreender e gerenciar as próprias emoções e também de aprender a lidar com as emoções e sentimentos das pessoas ao seu redor.

inteligencia emocional no trabalho


De acordo com a psicologia, Inteligência Emocional é a capacidade que um indivíduo tem de compreender e gerenciar as próprias emoções e também de aprender a lidar com as emoções e sentimentos das pessoas ao seu redor.

Quando pensamos no âmbito profissional, saber gerir as próprias emoções é muito importante, seja para o trabalho individual ou em equipe, pois entender o significado de cada emoção e identificar como elas podem afetar a rotina profissional é entender e aprender melhor sobre o próprio desempenho.

O desenvolvimento da Inteligência Emocional facilita a percepção, por parte de qualquer tipo de indivíduo, do comportamento de cada pessoa com as quais ele trabalha e também com as quais se relaciona de uma maneira geral.

Quando falamos de Inteligência Emocional temos que levar em conta que ela é influenciada por uma combinação de traços de personalidade e que quanto mais alto os níveis da I.E maior os benefícios, inclusive relacionados à carreira.

QUATRO DOMÍNIOS BÁSICOS DA INTELIGÊNCIA EMOCIONAL

Hoje, todo mundo já ouviu ou leu sobre Inteligência Emocional, no entanto, o advento do termo data do ano de 1966, num artigo do psicólogo americano Hanskare Leuner e só em 1989 a Inteligência Emocional foi aprofundada em pesquisas e estudos, primeiramente pelo psiquiatra infantil Stanley Greenspan e, posteriormente, em 1990, pelos psicólogos Peter Salovey e John Mayer, que dividiram a I.E em quatro domínios básicos:

  • Percepção das emoções: a precisão com que uma pessoa identifica as emoções.
  • Raciocínio por meio das emoções: empregar as informações emocionais para facilitar o raciocínio.
  • Entendimento das emoções: captar variações emocionais nem sempre evidentes e compreender a fundo as emoções (mais sofisticado do que o “identificar” do primeiro domínio).
  • Gerenciamento das emoções: aptidão para lidar com os próprios sentimentos.

Não parece até uma lista de características e pré-requisitos de um profissional competente?

Por falar em competência, não temos como falar de Inteligência Emocional sem citar o responsável pela popularização do conceito da IE e da fundamentação das suas competências e habilidades: Daniel Goleman.

DE DANIEL GOLEMAN ATÉ VOCÊ

daniel goleman inteligencia emocional

O grande responsável por popularizar o conceito de Inteligência Emocional no mundo todo, Daniel Goleman, quando atuava como jornalista científico do New York Times, lançou o livro “Inteligência Emocional”, em 1995, no qual trouxe à tona o embate entre o Q.E e o Q.I (Quociente de Inteligência) – segundo o próprio Goleman o Q.I é importante, mas o Q.E é mais poderoso.

Com mais de 5 milhões de cópias vendidas no mundo todo e tradução para 40 idiomas, o best-seller impulsionou a atenção das pessoas pelo tema, tornando o conceito acessível a vários segmentos da sociedade.

Desde o lançamento do best-seller, a mídia e outras entidades acadêmicas começaram a explorar ainda mais o assunto e toda essa popularização impulsionada pelo livro de Goleman ajudou a transformar a Inteligência Emocional em um conceito aplicado a carreiras para profissionais e empresas e a áreas de recursos humanos no mundo todo, chegando até você que está lendo este conteúdo.

FUNDAMENTOS DO MODELO DE GOLEMAN

O modelo de Goleman posiciona a Inteligência Emocional como o conjunto de competências e habilidades fundamentadas em cinco pilares:

  •  Autoconsciência – capacidade de reconhecer as próprias emoções.
  •  Autorregulação – capacidade de lidar com as próprias emoções.
  • Automotivação – capacidade de se motivar e de se manter motivado.
  • Empatia – capacidade de enxergar as situações pela perspectiva dos outros.
  • Habilidades sociais – conjunto de capacidades envolvidas na interação social.

Além disso, Goleman identifica 12 domínios como sendo os principais para desenvolvê-la:

  1. Autoconhecimento emocional.
  2. Autocontrole emocional.
  3. Adaptabilidade.
  4. Orientação para realização.
  5. Perspectiva positiva.
  6. Empatia.
  7. Consciência organizacional.
  8. Influência.
  9. Coach e mentoria.
  10. Administração de conflitos.
  11. Trabalho em equipe.
  12. Liderança inspiradora.

INTELIGÊNCIA EMOCIONAL PARA SUA CARREIRA

Ter habilidade de identificar e gerenciar as emoções próprias e a dos outros são atributos valiosos também para alcançar sucesso profissional.

Imprevistos, resultados negativos, obstáculos, estresse no trabalho, demandas e tarefas urgentes são exemplos de situações que acontecem na rotina profissional e que afetam tanto emoções como comportamentos de profissionais.

Empreendedores com bons níveis de Inteligência Emocional também são mais resilientes quando enfrentam obstáculos e lidam melhor com seus funcionários e clientes.

Parte da “automotivação” (um dos pilares da I.E, segundo Goleman), a capacidade de ter perspectivas positivas – ou “otimismo” – está associada com maior habilidade de venda e maior taxa de sucesso acadêmico.

Para os estudiosos, a diferença primordial entre os pessimistas e otimistas é que, quando falham, os otimistas tendem a fazer atribuições causais externas, específicas e temporárias, enquanto os outros fazem atribuições internas e permanentes.

Quer dizer, se recompor mais facilmente, após contratempos, e agir em prol de resultados, pensando no coletivo e automaticamente no resultado pessoal, ao invés de focar no que ou em quem falhou.

CONTROLE SUAS EMOÇÕES E A SUA CARREIRA

Inteligência Emocional é sobre saber como e quando se expressar e também sobre dominar o controle das suas emoções.

No âmbito profissional a capacidade do controle emocional é valiosa para si e para o todo.

Demonstrar emoções positivas pode beneficiar trabalhos em equipe e levam à melhora na cooperação e na performance do grupo, além de maior preocupação com o que é justo.

Ter o controle da carreira profissional significa, além de tudo, ter controle sobre as suas relações e ter a capacidade de ponderar, analisar e compreender o que de fato é válido, o que pode ser melhorado ou acatado e, principalmente, o quanto você, enquanto colaborador, seja na posição de liderança ou não, tem um papel fundamental e é responsável pelo bom desenvolvimento das relações profissionais, pela comunicação assertiva e pelo bom desempenho da sua carreira. 

COMO DESENVOLVER A MINHA INTELIGÊNCIA EMOCIONAL?

Desenvolver a Inteligência Emocional é um processo individual.

Pôr em prática as competências e habilidades é uma forma de trabalhar o seu nível de Inteligência Emocional.

Embora existam aspectos permanentes que determinam o temperamento e a personalidade –herança genéticas, por exemplo – Daniel Goleman defende que muitos dos circuitos cerebrais da mente humana são maleáveis e podem ser trabalhados, impactando o nível de Inteligência Emocional.

Revisar mentalmente as habilidades que ela envolve e perceber em quais precisa trabalhar é o primeiro passo para aumentá-la.

O psicólogo defende que o feedback externo também é um ótimo medidor para se orientar e desenvolver a própria Inteligência Emocional.

Ser capaz de identificar sentimentos e emoções com mais facilidade traz além da capacidade de autorregulação o benefício de lidar, manejar e construir de maneira positiva as relações interpessoais, no âmbito pessoal e profissional, consequentemente, contribuindo para a própria carreira.

Possuir a capacidade de gerenciar seus sentimentos de modo que eles sejam expressos de maneira apropriada e eficaz é essencial para o desenvolvimento da inteligência de um indivíduo e propicia melhores desempenhos profissionais.

Que tal testar a sua Inteligência Emocional agora?

O blog RunRun criou uma versão do teste de Inteligência Emocional do Daniel Goleman para gestores e que serve de medida para saber se você tem algum nível de IE.

Teste aqui

E você, o que sabe sobre Inteligência Emocional? Conta pra gente aqui nos comentários.

film disse:

I really like and appreciate your blog article. Really looking forward to read more. Awesome. Edithe Iosep Marelda

film disse:

Excellent blog post. I definitely appreciate this site. Gillian Cobbie Katti

film disse:

I was studying some of your content on this site and I believe this internet site is very informative! Retain putting up. Nert Lindsay Muslim

film disse:

I think that everything posted was actually very reasonable. Catherin Zachary Mable

film disse:

Pretty! This was an extremely wonderful post. Thank you for providing this info. Dido Jamie Goldia

film disse:

I got what you mean,saved to my bookmarks, very nice web site. Ariela Clayson Caddaric

sikis izle disse:

You made some good points there. I looked on the internet for the issue and found most people will go along with with your blog. Meade Borden Landing

erotik izle disse:

Very good blog. Really looking forward to read more. Really Great. Gloriane Raynard Beatrice

erotik izle disse:

I like this internet site because so much useful stuff on here : D. Gerry Flemming Raddatz

erotik disse:

Healthcare careers are booming and nursing is 1 of the fastest increasing occupations projected in next 5 years. Abigale Jessee Han

erotik disse:

If you want to use the photo it would also be good to check with the artist beforehand in case it is subject to copyright. Best wishes. Aaren Reggis Sela

sikis izle disse:

I love reading through an article that will make men and women think. Jessalin Lutero Seed

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *